Breaking

sábado, 13 de junho de 2020

Caixa divulga calendário do saque Emergencial do FGTS


A Caixa Econômica Federal liberou a consulta do saque emergencial pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.045 por trabalhador. A partir da próxima segunda-feira (15/6), o valor estará disponível para quem tem contas ativas e inativas do FGTS na Caixa. Os saques em espécie ou transferências, para aniversariantes de janeiro, estão liberados a partir de 25 de julho, e somente em 29 de junho, os valores começam a ser creditados em contas digitais.


De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, para evitar aglomerações e risco de contaminação pela Covid-19, as datas são diferenciadas. O saque estava previsto na Medida Provisória (MP nº 946), publicada no dia 17 de abril, com o objetivo de reduzir o impacto da crise econômica pelo novo coronavírus.


Os pagamentos serão feitos de acordo com a data de nascimento do beneficiários, reforçou Guimarães. " É uma questão operacional. Atualmente, oito em cada 10 brasileiros estão recebendo algum benefício neste momento", explicou. Os trabalhadores também terão acesso, a partir de 19 de junho, pelo aplicativo da Caixa, à consulta do valor e da data do saque, que também poderá ser feito pelo site oficial da Caixa (www.fgts.caixa.gov.br), ou pelo número de telefone 111.

A quantia vai depender do saldo que o empregado tiver na sua conta vinculada. A expectativa é de que 55 milhões de contas sejam abertas para esse fim.


“A cada semana faremos o crédito digital na conta dos brasileiros. Sempre às segundas-feiras, com exceção de 8 de setembro, porque dia 7 é feriado. Teremos, a partir do dia 29, pelas próximas 12 semanas a cada segunda-feira, cinco milhões de brasileiros recebendo esse depósito e terão o saque sendo permitido a partir de cada sábado”, afirmou Guimarães. Ele lembrou que, se o trabalhador tiver mais de uma conta do Fundo, a retirada começa por aquelas mais antigas, de empregos antigos (inativas), com mais dinheiro depositado. Mas independentemente do número de contas, o saque não pode ultrapassar os R$ 1.045.


Quem não quiser receber o saque emergencial, poderá informar a desistência pelo aplicativo FGTS, com pelo menos 10 dias de antecedência da data prevista para o crédito. Se a conta não for movimentada até 30 de novembro, o valor será devolvido FGTS com a remuneração do período.

Se o beneficiário mudar de ideia, tem que avisar à instituição financeira até o dia 31 de dezembro, data limite do pedido.


As datas para depósito na conta digital e para saque na conta são a partir de 29 de junho e 25 de julho, respectivamente.


Confira abaixo o calendário para saque do FGT Emergencial.

Crédito em conta poupança digital:

Nascidos em janeiro: 29 de junho.
Nascidos em fevereiro: 6 de julho
Nascidos em março: 13 de julho
Nascidos em abril: 20 de julho
Nascidos em maio: 27 de julho
Nascidos em junho: 3 de agosto
Nascidos em julho: 10 de agosto
Nascidos em agosto: 24 de agosto
Nascidos em setembro: 31 de agosto
Nascidos em outubro: 8 de setembro
Nascidos em novembro: 14 de setembro
Nascidos em dezembro: 21 de setembro

Dinheiro disponível para saque e transferência:

Nascidos em janeiro: 25 de julho
Nascidos em fevereiro: 8 de agosto
Nascidos em março: 22 de agosto
Nascidos em abril: 5 de setembro
Nascidos em maio: 19 de setembro
Nascidos em junho: 3 de outubro
Nascidos em julho: 17 de outubro
Nascidos em agosto: 17 de outubro
Nascidos em setembro: 31 de outubro
Nascidos em outubro: 31 de outubro
Nascidos em novembro: 14 de novembro
Nascidos em dezembro: 14 de novembro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário